Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cá em casa somos cinco

Cá em casa somos cinco Somos mãe, pai, mano, mana e bebé que vem a caminho. Uma mão cheia de família.

Cá em casa somos cinco Somos mãe, pai, mano, mana e bebé que vem a caminho. Uma mão cheia de família.

Cá em casa somos cinco

07
Abr18

Mantra infalível da maternidade e da paternidade

Sofia

É uma fase, vai passar. É só isto. Se já têm filhos vejam lá se não é verdade:
"O meu filho só adormece ao colo"
"Antes de adormecer tenho de ler a mesma história 3 vezes, cantar uma canção de 5 minutos, fazer massagem e ficar no quarto até adormecer".
"Só quer leite!"
"Já não bebe leite!"

”Avorda todas a noites para mamar / pôr a chucha / a chamar por mim”
"Berra cada vez que o pomos no carrinho"
"Tomar banho é um inferno"
“Não quer sair do banho”
"Não come sozinho"
"Não posso ir a um restaurante com ele"
"Só quer a mãe"
"Só quer o pai"
"De manhã não quer ficar na creche"
"À tarde não quer sair da creche"
 

Ou então as mais fofinhas:
"Diz-me que sou a princesa dele"
"Chama-me mami"
"Repara sempre que tenho uma roupa nova e diz que estou muito linda"
"Diz que se quer casar comigo"
 
 
Se ainda não têm filhos ou são pais recentes: a sério: é uma fase, vai passar. O meu conselho é aproveitar se for das fofinhas e respirar fundo se for das outras. Porque é mesmo verdade que eles crescem num instante e deixam de querer dar-nos a mão. E acredito mesmo que não vão para a universidade de chucha atrás e que não vão precisar de nós para lhes darmos a comida...
 

07
Abr18

Às três é de vez

Sofia

A bem dizer, só ainda somos 4, mas vem mais um a caminho. Tínhamos a vida bem orientada, um menino, uma menina, um T3 desde o ano passado e tudo planeado para assim continuar. Pois no início deste ano a vida veio trocar-nos as voltas e presentear-nos com um bebé, mais um filho, o terceiro filho. Depois de algumas semanas a habituarmo-nos à ideia, a fazer contas ao orçamento, a tentar visualizar como iria ser, eu enjoada de manhã à noite, começámos a partilhar a boa nova. E só fazia sentido começar pelos meninos. A Mana não percebeu mas o Mano ficou doido de alegria. Aí percebemos que tudo ia correr bem, porque este bebé não é só nosso, mãe e pai, mas é igualmente dos manos, é da nossa familia. E os pequenos aceitaram de imediato a ideia de cá em casa sermos cinco. Desde aí as reações têm sido todas à volta do espanto (os meus pais ficaram de boca aberta a perguntar é verdade? A sério?, e ao comentário habitual do "não estava à espera" nós respondemos "nós também não". Depois foi "passar" nos exames dos 3 meses, contar no trabalho e começar a viver em pleno esta gravidez.

Sim, porque esta é mesmo a última!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D