Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cá em casa somos cinco

Cá em casa somos cinco Somos mãe, pai, mano, mana e bebé que vem a caminho. Uma mão cheia de família.

Cá em casa somos cinco Somos mãe, pai, mano, mana e bebé que vem a caminho. Uma mão cheia de família.

Cá em casa somos cinco

25
Abr18

Manual de sobrevivência para birras

Sofia

Manual para lidar com birras ou mau comportamento: 

1.       Lembrar tudo o que já lemos sobre as melhores práticas

2.       Explicar calmamente à criança porque o seu comportamento não está a corresponder às nossas expectativas

3.       Esquecer o facto de que estamos cansados / atrasados / com sono / com dor de cabeça/costas/dentes/ouvidos

4.       Explicar calmamente à criança porque o seu comportamento não está a corresponder às nossas expectativas

5.       Canalizar a imagem da mãe do Ruca

6.       Explicar calmamente à criança porque o seu comportamento não está a corresponder às nossas expectativas

7.       Esquecer o facto de que estamos cansados / atrasados / com sono / com dor de cabeça/costas/dentes/ouvidos

 

 

Nesta altura há dois cenários possíveis:

- o vosso filho parou com a birra

- vocês perderam toda a calma, paciência, imagem da mãe do Ruca e já estão a gritar castigos e ralhetes incluíndo a descrição pormenorizada de como estão cansados / atrasados / com sono / com dor de cabeça/costas/dentes/ouvidos

 

Foi mais uma. Calma. Respirem fundo. Deixem passar uns minutos e vão ter com a criança para terminarem o que estavam a fazer e para se acalmarem.

Depois de acalmar, as crianças demoram uns 10 segundos a esquecer e a perdoar-nos. Nós vamos para o trabalho a remoer e a pensar no que já lemos sobre as melhores práticas, em como a mãe do Ruca lidaria com a situação, a desejar que eles tivessem um telemóvel para lhes mandar uma mensagem a pedir desculpa, cheios de remorsos pela falta de paciência e de como temos de ter mais calma porque de facto eles não percebem nem querem saber se estamos cansados / atrasados / com sono / com dor de cabeça/costas/dentes/ouvidos. Quando os vamos buscar à escola vamos enchê-los de abraços, beijos, declarações de amor para aliviar o peso na consciência que tivemos durante todo o dia.

Até ter eles não quererem vestir o casaco ou entrar no carro ou começarem a bater no irmão. Aí começa tudo de novo!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D