Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cá em casa somos cinco

Cá em casa somos cinco Somos mãe, pai, mano, mana e bebé que vem a caminho. Uma mão cheia de família.

Cá em casa somos cinco Somos mãe, pai, mano, mana e bebé que vem a caminho. Uma mão cheia de família.

Cá em casa somos cinco

17
Abr18

To be or not to be cool

Sofia

Não sou uma mãe cool.

Não me visto de maneira cool nem faço actividades cool com os meus filhos. Não comemos coisas cool como trigo sarraceno, quinoa, tofu nem faço bolos com stevia ou açúcar de côco. Não compro roupas de marca para os meus filhos para eles ficarem com um look mesmo cool. Não faço saídas românticas com o marido nem vou a restaurantes cool. Fui ao cinema 3 vezes em 6 anos (e uma delas ver um filme infantil). O último livro que li foi a Mosca Fosca; o último livro de adultos foi… há muito tempo. Não ponho fotos dos meus filhos no facebook, nem com smileys nem sem smileys. Ah e claro, nem sequer tenho Instagram nem Twitter nem nada mais recente que isso.

 

Comemos esparguete à bolonhesa e peixe cozido com batatas. Vamos ao parque quando está sol e levo o lanchinho de bolachas e fruta de casa. Andam vestidos como gostam, ele de fato de treino para não andar apertado, ela o mais pirosa que conseguir, ora de bailarina ora de princesa. Vamos ver um teatro ou outro de vez em quando, mas gostamos muito de estar em casa sem planos nem actividades. Não vêem programas educativos em inglês, vêem mesmo os bonecos do panda e coisas ainda mais silly no iPad. Não fazemos viagens pelo mundo, vamos de férias para o Baleal (pode parecer cool, mas não somos surfistas, logo, not cool).  A minha mãe modelo é a mãe do Ruca, mas às vezes mais pareço um T-Rex danado. Não nos tratamos por você, damos tantos beijinhos quanto nos apetece mas só a quem nos apetece. Não nos vestimos de igual nem temos penteados parecidos.

Mas sinto-me mesmo cool quando vamos à natação, eu a puxá-los “rápido, rápido, já é tarde!, “ enquanto lhes tiro casaco pelo caminho, e chegamos mesmo a horas e eles vão todos autónomos ter com os professores. Quando o pai está fora e eu os despacho, levo à escola, trabalho 8h, saio a correr e vou buscá-los para depois ainda esperar que acabem de brincar. Sinto-me mesmo cool quando me pedem para fazer uma máscara, um fato, uma festa de anos em casa e eu faço acontecer. Sinto-me um bocadinho cool quando as mães de um filho se sentem sem tempo para cozinhar, arrumar, trabalhar e eu desencanto um jantar em 5 minutos.

Não consigo fazer tudo, nem tudo bem nem tudo sozinha. Tenho muita ajuda.

Para começar do meu santo marido que atura todas as minhas neuras e que faz em casa tudo o que for preciso - menos trancinhas e escolher a roupa dos miúdos. Somos os quatro - os cinco - uma equipa um bocado louca e descoordenada, mas tranquila e feliz. E isso é muito, mas mesmo muito cool.

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D